Quem somos Produtores Lista de produtos: alimentos Linha Bem Estar Pessoal Receitas e Links Consultoria Página inicial
 
 

Clique e conheça alguns de nossos fornecedores:

Laticínios

- Nata da Serra 
- Fazenda Tamanduá 


Secos
- AECIA 
- Native
- Alimentos Volkmann 
- Quinua Real 
- Cor e Sabor 
- Lapinha 
- Quinua Real
- Dom Spinosa
- Renks 
- Via Pax
- Cotrimaio
- Marau
- Mn Própolis
              
Derivados de Soja
- Samurai Tofú

Cuidados com o corpo
- Florestas
- Magia dos Aromas

Cuidados com a casa
- Cassiopéia

 
 
 
 
 

 
 

 

Embarcando nesta página, você faz viagens periódicas às origens dos produtos que entregamos em sua casa.

Fale conosco - Cadastre-se

Na escolha dos fornecedores estamos atentas à procedência garantida através do selo da certificadora, à qualidade e à assiduidade na entrega dos produtos.
Valorizamos também alguns produtores que têm pouca oferta. São tipos diferenciados, especiais: sua matéria prima só ocorre em determinadas épocas do ano ou são difíceis de obter e processar.  Há também casos em que o contato e a aquisição dos produtos é bem específica e difícil: por exemplo, a bananada sem açúcar  é produzida por uma pequena cooperativa, no meio da mata, no Vale do Ribeira ...
Estas são as “preciosidades artesanais”. O charme de nossa lista


A chegada dos pintinhos.

Sabor e Cor , fornecedora de ovos.

O Sítio Bela Vista fica em uma região de relevo ondulado, cercado por vários montes.
O Cristian, que é o responsável pelo cuidado com as galinhas vive ali com sua esposa e estão muito felizes, pois em breve serão pais.
Os galinheiros são construídos em meio a um pomar diversificado, sob o qual as galinhas e os galos perambulam ciscando, aproveitando a natureza do local.
Em volta do pomar há a plantação de milho para alimentação das galinhas, fechando assim o ciclo sustentável do sítio.
O galinheiro possui várias aberturas, proporcionando às galinhas o acesso irrestrito ao pasto. Soltas no pasto elas ciscam, correm, abrem as asas, voam, enfim...praticam todas as atividades com que a natureza as dotou, proporcionando-lhes uma vida saudável! Além disso, a companhia do galo lhes permite namorar, ou seja, viver a sua natureza livremente


Galinhas também pastam!

Durante as horas quentes do dia, elas mesmo escolhem ficar à sombra. Quando o dia fica mais fresco, elas saem para passear. A escolha é delas, inclusive para botar!
No galinheiro é tudo bem arrumadinho com poleiros, ninhos, bebedouros. No chão sempre há palha para manter a higiene e o bem-estar das galinhas. Os bebedouros são lavados todos os dias para que elas tenham sempre água pura e limpa.
Sempre que os novos pintinhos chegam são criados desde pequeninos sem qualquer antibiótico e sem qualquer estresse. Durante 1 mês ficam protegidos de predadores e do frio. A partir do primeiro mês de idade conhecerão a liberdade e a partir daí terão toda uma vida saudável e feliz!
(Março de 2007)

 


Local da ordenha

Visita à Nata da Serra,
fornecedora de laticínios.

"A Fazenda Sula fica em Serra Negra e pra chegar é um sobe e desce sem fim, estrada asfaltada, estrada com nem tanto asfalto, estrada de terra com e sem pedras; fiquei pensando... quem toma o iogurte, corta uma fatia de queijo ou bebe o leite da Nata da Serra precisa saber que, para chegar à sua mesa, estes produtos passaram por uma região serrana cheia de árvores floridas e de difícil locomoção.


Tonho, Retireiro Nata da Serra

Na Fazenda todas as vacas são criadas soltas, nada de confinamento, pastam, tomam sol e têm um bom reforço alimentar na hora da ordenha. Por falar nisto, o Tonho e a Preta são os responsáveis pelo “retiro”, palavra usada no meio rural para a ordenha. Eles é quem cuidam para que o leite da vaca seja ordenhado mecanicamente. O Luiz e Roseli, pasteurizam e fabricam o iogurte, queijo, ricota, doce de leite e leite, e as condições de higiene são excelentes.


Máquina de Iogurte

A quantidade e variedade de pássaros é enorme, a diversidade de plantas chega a confundir o que é mato com o que é plantação. Antigamente se dizia “fulano é preguiçoso, a roça dele tá no mato”; hoje em dia esta máxima não é verdadeira, pelo menos no que diz respeito à cultura orgânica, porque a convivência entre mato e plantação é aprovadíssima. A uma conclusão estou chegando: -Tudo passa pelo campo da observação à natureza, pois fui informada pelo Ricardo que a ave garça boiadeira tem que estar presente em uma fazenda de gado orgânico, e ela só está presente se tiver alimento, que é o carrapato que fica no couro do gado. Assim, se alguém vir uma fazenda orgânica sem garça boiadeira pode suspeitar: hummmm talvez não seja tão orgânica assim!!" (jan/2005)